quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Meu titico






Meu anjinho
O porquê da tristeza
É tão lindo
Bom tê-lo pra mim.

Você é titico
Não pode ser triste
Nem conhece a
palavra tristeza.

Uma bola vou buscar
Na rua vai chutar
Talvez será goleiro
vai depender de você.

Tua mamãe o ama
e eu também
Me dê um sorriso
que darei meu amor.

Você irá crescer
eu já velha
irei no campo
Torcer pra você.

É gol, foi teu
irá sair do Brasil
sabe, vou chorar
Você cá nunca veio.

Batem na porta
Entra, eu falo
Quando vejo meu titico
Coração acelerou.

Agora não sou titico
Sou Titico rico
Vou levá-la comigo
Pois sempre me amou.

Não posso ir
quase não ando
Enquanto eu viver
vou amar o meu titico.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Tristeza de outono






Depois dos dias
na praia
Beijando o mar
Abraçando as ondas
Furando
Pequenas ondas
Sorrindo muito
a vida
Hoje no fundo
do quintal, choro
As folhas secas, feias
e mortas
É outono
Sei que as estações
Têm o desenrolar da vida
E eu aqui com saudades
da praia, das ondas
Mas tenho que aceitar
As quatro estações
do ano
Logo vai passar
e vem aquele frio 
gostosinho
Mas sinto saudades
do verão
e das ondas do
mar
 

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Saudade




Saudade é assim forte
Para matá-la tem ter que ter paixão
Acariciada até ao extremo
Saciar os desejos

É bom sentir saudades
Mais parece tal o amor juvenil
A paixão é incontrolável
Os beijos quentes

Se não sentiu saudades
Não conhece a força do amor
Que pede sempre mais
Aquele beijinho

Adoro sentir saudades
Os encontros são mais quentes
Não vira água morna
Sem os beijos